Você está aqui: Home Uncategorised Hormônios

Terapias Personalizadas

Pensando em sua necessidade e disponibilidade de tempo, oferecemos terapias com duração de 1 ou mais dias. Esta programação tem como proposta aliviar seu estresse e cansaço, promover seu bem estar e revitalizar suas energias.

Hormônios

O-que-sao-HormoniosA palavra “hormônio” vem da língua grega e significa movimento ou estímulo. Graças aos hormônios, nossas células são abastecidas de energia; nosso coração bate, nossas artérias pulsam, temos fome e nos saciamos. Para manter o equilíbrio hídrico do organismo, por exemplo, são necessários, pelo menos, quatro hormônios fabricados em locais diferentes.

Um hormônio pode servir para estimular a produção de outro. É o caso da grelina, produzida pelo estômago com a função de abrir o apetite. Na hipófise, ela tem a missão de ajudar na síntese de GH, hormônio ligado ao crescimento. Ao contrário da grelina, a leptina é o hormônio do comedimento alimentar. Pessoas com baixos níveis de leptina têm uma predileção especial por doces. Um mesmo hormônio pode exercer funções completamente diferentes. É o que acontece com a oxitocina, fabricada pelo hipotálamo e distribuída pela hipófise. Ela auxilia a produção do hormônio insulina, no pâncreas, e durante a amamentação facilita a liberação do leite materno.

Os alimentos podem ajudar, garantindo a regulação e o bom funcionamento dos hormônios. Recomenda-se comer, pelo menos, um tipo de carboidratos em cada refeição para elevar os níveis de triptofano no sangue, um dos aminoácidos que produzem serotonina, importante neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar.

O consumo restrito de carboidratos pode fazer com que o triptofano seja requisitado para fornecer energia ao corpo, retirando-o, assim, da função como produtor de serotonina. Invista nos carboidratos integrais (arroz integral, macarrão integral, pão integral, aveia). Os indesejáveis sintomas da TPM e da menopausa causados por uma dieta com baixa quantidade de estrógeno podem ser atenuados consumindo soja, que contém isoflavonas, um tipo de fitoestrógeno com estrutura química muito semelhante à do estrógeno.

A liberação de cortisol em excesso, geralmente relacionada ao estresse, aumenta os estoques de gordura, principalmente na região abdominal. Para regular essa liberação, consuma vegetais verde-escuros e grãos integrais. Evite dietas altamente restritivas. Elas podem prejudicar a produção e a atuação de hormônios importantes, desequilibrando todo o funcionamento do corpo. O melhor é reeducar a alimentação, limitando o consumo de doces, frituras e produtos embutidos.

Fonte: Revista Vida e Saúde


Ação Evangelizadora


Ação Pastoral

  • Pastoral Carcerária, da Saúde, Paroquial, da Terra, da Juventude, Diocesana e DST-AIDS
  • Áreas de atuação: indígenas, mulheres em situação de risco, catequese, liturgia e comunicação

Saúde

Unidades Sociais / Projetos Sociais

  • Tecendo a Vida - Belo Horizonte - MG
  • Educandário Sagrada Família - São Paulo - SP
  • Casa da Sagrada Família - Campos do Jordão - SP
  • Lar dos Velhinhos - Maringá - PR
  • Lar Nossa Senhora Aparecida - Santuário Nacional
  •  Lar São Vicente de Paulo - Itaberá - SP
  • Asilo São Roque - Diamantino - MT
  • Casa do Peregrino - Itajaí - SC
  • Orfanato São Roque - Moçambique
  • Escola Familiar Rural - Moçambique
  • Asilo Santa Bárbara - Argentina

Família CIIC